Camisas do Palmeiras

Técnico do Cene revela: ‘Sou palmeirense’


27/02 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 12:15 pm |Permanlink|

Ver o Palmeiras campeão era tudo o que o estudante de filosofia e teologia Paulo Telles queria em 1996. E viu! Das arquibancadas do Palestra Itália numa fria noite de junho, acompanhou o Verdão aniquiliar o Santos por 2 a 0, levantar mais um título Paulista e chegar aos incríveis 102 gols em 30 jogos. Quase 12 anos depois, o ex-presidente e agora treinador deixa a paixão de lado para tentar transformar o pequeno CENE-MS em uma das zebras da Copa do Brasil.

Sou palmeirense desde que nasci. Morei em São Paulo de 93 a 97 e fui a pé muitas vezes de Pinheiros até o Palestra Itália. Quando mudei, não deixei de ir aos jogos. Fui várias vezes de carro ou ônibus daqui de Campo Grande a São Paulo (894 km de distância). É uma felicidade enfrentar meu time do coração, mas estou com muita vontade de ganhar – diz Telles, de 36 anos.

Mesmo acanhado em falar do amor pela equipe que tentará derrubar, nesta quarta-feira, s 21h45m, no Morenão, Telles relembra com saudade de um dos grandes ídolos do Verdão: o centroavante Evair, bicampeão paulista e brasileirão (93 e 94), além de campeão do Torneio Rio São Paulo (93) e da Taça Libertadores (99).
Como palmeirense, acho melhor ganhar do Corinthians do que de nós“, Paulo Telles, torcedor do Verdão e treinador do Cene-MS – Eu batia muita palma para o Evair. Ele fazia o Palmeiras um clube muito grande. Foi palmeirense do começo ao fim da carreira. Gostava muito do Edmundo também. Tenho várias fotos daquela época, mas não posso lhe mostrar porque isso vai me queimar aqui no clube (risos) – ressalta.

O treinador, aliás, apela histórica rivalidade com o Corinthians para conseguir um bom resultado e, pelo menos, garantir a realização do segundo jogo, dia 6 de março, no Palestra Itália. Torcida para Luxemburgo e seus comandados pegarem leve devido ao clássico de domingo, diante do Timão.

Eu, como palmeirense, acho muito melhor ganhar do Corinthians do que de nós (risos). Eles não podem esquecer que terão um clássico muito importante no final de semana. Vamos tentar complicar ao máximo a vida deles para garantir o segundo jogo. É nosso maior objetivo agora – acrescenta.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.