Camisas do Palmeiras

Roberto Carlos: ‘Tudo o que eu tenho devo ao Palmeiras’


16/04 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 11:48 am |Permanlink|

O lateral-esquerdo Roberto Carlos começou, nesta terça-feira, um tratamento médico e de fisioterapia no Palmeiras. O jogador foi convidado pelo técnico Wanderley Luxemburgo e pelo gerente de futebol do clube, Toninho Cecílio. A previsão é de que sua recuperação dure três meses.

Aos 35 anos, Roberto Carlos vinha atuando pelo Fenerbahce, da Turquia, e se machucou na partida contra o Sevilla, da Espanha, no dia 18 de fevereiro, pela Copa dos Campeões. Ele sofreu uma fratura por estresse na perna esquerda.

É uma nova etapa na minha vida. Optei pelo Palmeiras pela estrutura que o clube apresenta no momento, com profissionais de extrema importância no cenário do futebol e equipamentos de ponta. Muita coisa mudou para melhor do tempo em que eu jogava aqui‘, exaltou o jogador em entrevista ao site oficial do Verdão, aproveitando assim para divulgar o clube que lhe abriu as portas.

A opção também se deve à história de glórias e títulos que ele possui no Palestra Itália. ‘Tudo o que eu tenho devo ao Palmeiras. Sou grato ao União São João, que me revelou, mas foi o Palmeiras que me projetou para o futebol brasileiro e mundial. O título do Campeonato Paulista de 1993, por exemplo, é algo que eu guardo e carrego comigo para sempre.

Segundo avaliação do fisioterapeuta Nilton Petroni, o Filé, a força de Roberto Carlos pode ajudar bastante na sua recuperação. ‘Ele tem uma estrutura física fora do normal e um histórico de poucas lesões. É um jogador que se cuida bastante e está muito bem para a idade dele‘, explicou Filé.

Roberto Carlos atuou dois anos e meio no Verdão (1993 até metade de 1995). Segundo a assessoria do clube, o jogador disputou 185 partidas e marcou 17 gols. Depois de deixar o Palestra, foi negociado com a Inter de Milão-ITA e virou um dos maiores ídolos da história do Real Madrid-ESP até se transferir para Fenerbahce-TUR.

Roberto Carlos também admite que a aproximação dos velhos amigos o fez optar pelo tratamento no Palmeiras. ‘O Wanderley Luxemburgo é uma pessoa fantástica e eu tenho um carinho e uma admiração especial por ele. Também conheço o Marcão (goleiro), o Denílson, velhos amigos de Palmeiras e Seleção. O Filé, o José Rosan (fisioterapeutas), que são profissionais do melhor nível, e o pessoal da diretoria, que estava aqui quando eu dei meus primeiros passos no Palmeiras. Agradeço a oportunidade e serei sempre agradecido por isso.

Via: GazetaEsportiva.Net

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.