Camisas do Palmeiras

Presidente do Palmeiras Luiz Gonzaga Belluzzo leva 270 dias de suspensão no STJD


17/11 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 8:43 pm |Permanlink|

Luiz Gonzaga Belluzzo

Um dia depois de conseguir as absolvições do goleiro Marcos e do zagueiro Danilo para o jogo contra o Grêmio, o Palmeiras fracassou no julgamento do presidente Luiz Gonzaga Belluzzo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Nesta terça-feira, o dirigente foi suspenso de suas atividades no departamento de futebol do clube por 270 dias. Até o dia 6 de agosto de 2010, Salvador Hugo Palaia assume o cargo máximo do Verdão no setor.

As ofensas dirigidas a Carlos Augênio Simon e as suspeitas levantadas envolvendo o Superior Tribunal de Justiça Desportiva renderam ao presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, uma punição de 270 dias – nove meses. Em julgamento realizado na noite desta terça-feira, na sede do STJD, no Rio de Janeiro, o dirigente acabou pegando uma pena leve, considerando que havia a possibilidade de um gancho de até seis anos (30 a 2.530 dias).

Com mandato até janeiro de 2011, o dirigente continua na presidência, mas com limitações políticas, principalmente no futebol. Enquanto durar a pena, Belluzzo não pode assinar contratos ou representar o clube em eventos oficiais, assim como não pode frequentar áreas reservadas em partidas do Alviverde, nas quais ele terá de comparecer apenas como torcedor. Nestes casos, quem assume é Salvador Hugo Palaia, seu vice-presidente.

Já aguardava uma punição assim, por esse motivo decidi não comparecer ao julgamento. É uma situação que já passei porque enfrentei a época difícil da ditadura. Não vai me afetar“, prometeu Belluzzo, em entrevista à Rádio Globo.

Infelizmente aquele que fala com veemência não é bem visto aqui neste país“, disparou Belluzzo, que falou de sua função a partir de agora. “Vou continuar apoiando a diretoria e mantendo contato com o Salvador Hugo Palaia (presidente em exercício até agosto de 2010)“, emendou.

A ideia palmeirense era desqualificar as denúncias em, pelo menos, cinco dos seis artigos. Porém, os representantes da Segunda Comissão Disciplinar do STJD entenderam que Belluzzo violou quatro vezes o Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Belluzzo chegou a dizer que entraria na Justiça comum contra o árbitro gaúcho por “perdas e danos“, mas a Fifa veta que clubes ligados às suas confederações cheguem a este ponto para resolver casos do esporte. Questões assim só podem ser levadas à Justiça Desportiva ou, em última instância, à corte de arbitragem. A pena estipulada pela entidade máxima do futebol é a exclusão da confederação (no caso a CBF) de seus quadros. Simon, por sua vez, afirmou que vai processar o dirigente.

Via: GazetaEsportiva.Net | GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.