Camisas do Palmeiras

Palmeiras vence Ponte Preta em Campinas e fica mais perto do fim do jejum


27/04 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 6:05 pm |Permanlink|

A torcida do Palmeiras vai dormir feliz neste domingo. Afinal, dentro de campo, o time fez jus ao favoritismo a ele atribuído durante a semana e bateu a Ponte Preta por 1 a 0, no primeiro jogo decisivo do Campeonato Paulista.

A vitória, se não foi suficiente para soltar o grito de “campeão paulista”, preso há 12 anos na garganta do torcedor, colocou o Verdão bem perto da taça. Agora, o time pode até perder por um gol de diferença no jogo da volta, domingo que vem, no Palestra Itália, para dar a volta olímpica e fazer a festa completa da torcida que canta e vibra, colocando um ponto final ao longo jejum.

O jogo: O nervosismo do time da Ponte Preta e a ausência de um armador nato na equipe campineira, que não teve Elias, machucado, e Renato, suspenso, foram a chave do primeiro tempo. Ansiosa por enfrentar o melhor time do Paulistão na decisão, a Macaca quase saiu atrás do placar logo a um minuto, em chute forte de Diego Souza, de fora da área, que triscou o travessão de Aranha.

O primeiro bom momento dos donos da casa nasceu dos pés do volante Bilica, que aplicou um chapéu em Élder Granja e serviu Wanderley na ponta esquerda. O atacante avançou em velocidade mas, na hora de cruzar para Luis Ricardo, pegou mal na bola e mandou direto pela linha de fundo.

O mesmo Wanderley, que neste domingo revezou-se com Luis Ricardo no setor de armação da Macaca, voltou a deixar o grito de gol preso na garganta dos campineiros ao cabecear para o chão após cruzamento de Raulen e por pouco não superar o goleiro Marcos, que apenas observou a saída da bola.

A partida seguiu movimentada e bastante equilibrada até os 20 minutos. Nesse momento, Kléber tentou jogada individual e foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, o lateral Leandro acertou a barreira, mas ganhou escanteio que ele próprio cobrou, na cabeça de Kléber, que fulminou Aranha: 1 a 0 Verdão.

Dois minutos depois, o Palmeiras, que joga por dois empates para levar o título, quase colocou a faixa de campeão definitivamente no peito quando Élder Granja cruzou rasteiro da direita e Alex Mineiro, de primeira, bateu forte, no canto, em seu primeiro duelo com o goleirão ponte-pretano. Desta vez, no entanto, o paredão campineiro levou a melhor, em difícil intervenção.

A Ponte seguiu encontrando dificuldades na armação e tentava a ligação entre defesa e ataque nos chutões para a frente. Com isso, só voltou a assustar Marcos em cobrança de falta de Vicente, no finalzinho do primeiro tempo, que o pentacampeão mandou para escanteio.

Via: GazetaEsportiva.Net

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.