Camisas do Palmeiras

Palmeiras vence o Libertad e vira líder do grupo na Copa da Libertadores


11/04 Publicado em Notícias do Palmeiras por Renata ás 10:07 pm |Permanlink|

Alegria, frustração, confiança e, principalmente, superação: a história do Palmeiras na primeira fase da Taça Libertadores 2013 teve todos os elementos de um filme dramático, mas acabou com final feliz. Nesta quarta-feira à noite, o Verdão venceu o Libertad, do Paraguai, por 1 a 0, no estádio do Pacaembu, e assegurou sua vaga nas oitavas de final da competição continental com uma rodada de antecedência.

Palmeiras vence o Libertad e vira lider do grupo na Copa da Libertadores

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos nove pontos, assumiu a liderança do grupo e se garantiu no mata-mata do torneio continental. Os paraguaios, agora, estão com oito pontos e ocupam a segunda posição.

Com um time veloz, o Palmeiras superou a desorganização em campo e levou perigo ao adversário no primeiro tempo. Uma linha de frente foi formada no ataque com Vinícius, Wesley, Souza e Juninho. Os quatro jogadores mais avançados incomodaram o adversário.

Na base da vontade, principal virtude do Palmeiras vencer e convencer diante do Tigre na semana passada, Gilson Kleina espalhou volantes e improvisações em campo, mantendo Caio, que passou a semana tratando de edema na coxa esquerda, no banco e apostando em um time sem referência na frente. Tudo como o Libertad queria.

Sem um jogador, a pressão dos paraguaios aumentou. Benítez, de cabeça, quase igualou o marcador. Samudio, em chute cruzado, também deixou a torcida paraguaia ficar só no “uhhh“. O Libertad permaneceu no campo de ataque até os últimos minutos, enquanto o Palmeiras, nos contra-ataques, desperdiçava várias oportunidades. Na base da raça, o alívio veio com o apito final do árbitro e, a festa, agora garantida, começou a ficar ainda maior.

Nove minutos depois do gol veio a expulsão de Wesley. A partir daí, o Palmeiras abusou dos “chutões”, cai-cai, e da catimba. O time avançou na Libertadores na base da raça.

Diante do óbvio cansaço de seus esforçados jogadores, Gilson Kleina mexeu no time. Colocou Tiago Real para prender a bola na frente, apostou em Caio para ser referência e reforçou a marcação com Wendel. Assim, o Palmeiras garantiu os três pontos que o colocam com antecipação na próxima fase da Libertadores.

Fonte: Globo Esporte.

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.