Camisas do Palmeiras

Palmeiras vence o Criciúma com o gol do argentino Cristaldo


10/09 Publicado em Notícias do Palmeiras por Renata ás 11:08 pm |Permanlink|

O Palmeiras voltou a vencer no Brasileirão. Sem um resultado positivo na competição nacional desde o dia 23 de agosto, quando bateu o Coritiba, por 1 a 0, o Verdão conseguiu a vitória sobre o Criciúma nesta quarta-feira à noite, no Pacaembu, novamente por 1 a 0, com gol do argentino Cristaldo. O resultado levou o time aos 21 pontos, fora da zona de rebaixamento.

Palmeiras vence o Criciúma com o gol do argentino Cristaldo

Sem ‘El Churry‘ na equipe, o técnico Dorival Júnior apostou no mesmo Verdão que ficou no bom empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, em Curitiba (PR). Diferentemente do jogo na Arena da Baixada, porém, o time não conseguiu jogar, sofreu com a falta de criatividade. Diogo se moveu bastante, Juninho também tentou, mas sem sucesso. A bola não chegava em boas condições para Henrique, e Leandro, apagado, perdeu a melhor chance para o Alviverde no primeiro tempo.

O Palmeiras começou o jogo com a mesma pegada mostrada no domingo, diante do Atlético-PR: marcação forte no campo de ataque, muita vontade e correria. O atacante Leandro teve boa chance logo com 14 minutos, mas bateu nas mãos de Luiz.

O argentino foi a última aposta de Dorival Júnior, que conversou bastante com o jogador antes de colocá-lo em campo no lugar de Juninho. “Ele me falou onde queria que eu jogasse, me pediu para jogar solto no ataque. Assim, consegui marcar esse gol tão importante”, vibrou o herói do Palmeiras nesta noite.

Henrique acredita que o Verdão está evoluindo sob o comando de Dorival e projeta dias melhores para o time no Brasileirão.

O Verdão voltará a campo no próximo sábado, quando enfrentará o Fluminense, no Maracanã, às 18h30. O Criciúma, por sua vez, receberá o Goiás, domingo, no mesmo horário, no Heriberto Hulse. Ambos os jogos são pela 21ª rodada.

Fonte: Globo Esporte.

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.