Camisas do Palmeiras

Palmeiras quer explorar jogos em SP e ‘ausências’ para embalar


21/05 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 6:47 pm |Permanlink|

Depois de vencer o Internacional no último domingo por 2 a 1 em casa, o Palmeiras tem mais dois compromissos na cidade de São Paulo: domingo encara a Portuguesa no estádio do Pacaembu e dia 1º de junho recebe o Atlético-PR no Parque Antarctica.

A equipe alviverde quer explorar essa seqüência diante de sua torcida e a ‘ausência‘ de outros postulantes ao título brasileiro, que poupam seus titulares porque estão preocupados com as fases finais da Copa Libertadores da América e da Copa do Brasil, para abrir uma boa vantagem na tabela.

Vamos trabalhar para isso. A primeira etapa foi o Inter, e vencemos. Agora vem a Portuguesa e depois vamos pensar no Atlético-PR. Esse é o planejamento para embalar no campeonato“, observou o zagueiro David, que ganhou a vaga de Gustavo na última rodada.

O técnico Vanderlei Luxemburgo disse que os pontos somados agora podem ser decisivos na reta final do certame. Ele citou o São Paulo como exemplo – por priorizar a Copa Libertadores da América, o rival tricolor ainda não venceu no Nacional.

Ano passado a conquista do São Paulo, sem tirar os méritos, se deu porque eles saíram de forma precoce da Libertadores e criaram gordura no Brasileiro. Temos que tirar proveito dessa nossa saída da Copa do Brasil e tentar avançar na preparação. O São Paulo perdeu cinco pontos e isso pode fazer diferença lá na frente“, opinou o comandante palmeirense, após o triunfo sobre a equipe gaúcha.

O centroavante Alex Mineiro endossou o discurso. “É importante somar o maior número de pontos neste início de campeonato. Vamos buscar distanciar dessas equipes que estão focadas em outras competições.

Nesta quarta-feira, o meia Diego Souza será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa da expulsão na partida de estréia contra o Coritiba. Ele foi denunciado por praticar jogada violenta, e corre o risco de pegar um gancho de 120 a 540 dias. Porém, a defesa do Palmeiras deve descaracterizar a denúncia e reduzir a pena.

Via: Uol Esporte

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.