Camisas do Palmeiras

Palmeiras não renova o contrato com Marcos Assunção e ele chora ao se desperdir


07/01 Publicado em Notícias do Palmeiras por Renata ás 10:16 pm |Permanlink|

Um baque que vai demorar a passar. É dessa maneira que o volante Marcos Assunção classifica sua saída do Palmeiras. Durante quase uma hora de entrevista coletiva, nesta segunda-feira pela manhã, em São Paulo, o jogador, de 36 anos, chegou a chorar em alguns momentos e desabafou.

Palmeiras nao renova o contrato com Marcos Assuncao e ele chora ao se desperdir

Assunção não escondeu a tristeza pela decisão da diretoria, contou detalhes da negociação e se defendeu das críticas que vem recebendo de parte dos torcedores.

Não posso falar pelo Valdivia, só que eu, sem contrato, me apresentei no Palmeiras, e fiz exercícios, trabalhei como se fosse comentar a temporada no clube”, destacou Assunção, na entrevista concedida nesta segunda-feira, em um centro comercial de São Paulo, para explicar a não renovação de acordo com o Palmeiras.

Assunção rebateu quem o chamou de mercenário e revelou ainda que o Palmeiras lhe deve valores que se acumularam desde junho.

A diretoria teve na mão a nossa proposta, era inferior aos valores da imprensa. Sobre meu salário saía um valor que não era. Todos meus contratos no Palmeiras, nunca recebi luvas. Sempre fizemos só salário. Tivemos uma reunião só que fizeram uma proposta, que foi na última. Falaram que ofereceriam isso, e se não fosse não dava. Em agosto ofereceram mais. Se eu fosse um mercenário, eu não estaria agora aqui. Estaria treinando, ganhando desde agosto mais do que eu ia ganhar agora. Naquele momento eu pensava na situação do Palmeiras e no meu joelho. Queria voltar bem. Tive que voltar antes, me prejudicou muito. Meu joelho doía, ficava inchado. Mercenário eu jamais tentei ser, tirar proveito de qualquer situação. Somente na reunião de sábado que fizeram uma proposta. Não participei porque, mesmo sem contrato, me apresentei e estava treinando. Todos os dias eu estava lá, de manhã e de tarde, mostrando minha vontade de ficar – defendeu-se.

Durante a entrevista desta segunda, Assunção chegou a nomear jogadores que considera que tiveram empenho na luta contra o rebaixamento.

Não sei ainda onde vou jogar. Sinceramente, não esperava que viesse aqui falar sobre a minha saída do Palmeiras. Vamos aguardar os próximos dias. Meu empresário não tinha autorização para falar com nenhuma equipe antes que a minha situação estivesse definida. Agora estou no mercado.

Fonte: Lance Net!

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.