Camisas do Palmeiras

Palmeiras e São Paulo fazem decisão pelo G4


16/03 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 11:33 am |Permanlink|

Palmeiras e São Paulo disputam o último clássico das duas equipes na primeira fase do Paulistão, neste domingo, s 16h, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Além da tradicional rivalidade, o dérbi paulista terá um ingrediente a mais: como as duas equipes estão próximos do grupo dos quatro melhores, uma derrota poderá significar o distanciamento do bloco da frente.

Embalado e de volta ao G4 do Paulistão após dez rodadas fora do pelotão de elite, o Verdão tem, atualmente, a maior seqüência invicta do Estadual. O time não perde desde o 6 de fevereiro, quando o Guaratinguetá o bateu por 3 a 0, em São José do Rio Preto. De lá para cá são sete jogos, com cinco vitórias e dois empates.

Após as oscilações no começo do campeonato, onde alternou bons e maus momentos, o técnico Vanderlei Luxemburgo parece ter encontrado a melhor forma da sua equipe atuar.

As apostas ficam por conta do meia Valdivia e do atacante Kléber, ambos em boa fase. O Mago, que é o principal driblador do time, tem sido decisivo nos últimos jogos do Verdão, quando marcou quatro vezes nas cinco partidas pelo Paulistão.

Kléber não fica atrás do camisa 10. O atacante, que jogou pela primeira vez no Estadual no clássico contra o Corinthians (vitória por 1 a 0), participou de quatro dos últimos oito gols da equipe. E o melhor: foram quatro vitórias nas partidas que atuou.

Para o clássico, Luxa tem um problema: o volante Pierre, maior ladrão de bolas do campeonato, levou o terceiro cartão amarelo no triunfo sobre a Ponte Preta (1 a 0, na última quarta) e desfalca o time. Wendel deverá fazer a função do camisa 5. O atacante Lenny, reserva, também está fora

Mas o treinador também tem boas notícias e as duas no meio-de-campo ofensivo, setor que sofreu diante da Macaca. Valdivia e Diego Souza estão liberados para jogar após cumprirem suspensão. O goleiro Marcos também voltará ao time.

O São Paulo estava em uma colocação acima do Palmeiras na tabela de classificação. No entanto, o futebol apresentado pelos são-paulinos está deixando a desejar. Na temporada, a equipe ainda não conseguiu convencer os torcedores, mesmo com jogadores do nível de Adriano e Carlos Alberto.

Apesar do mau futebol, eles serão responsáveis para manterem uma escrita que já dura 11 anos. Este é o período que o Tricolor paulista não perde para o Palmeiras em Campeonatos Paulista. No total, foram 13 vitórias e dois empates.

O último revés são-paulino foi em 1997. Na ocasião, o Alviverde venceu por 1 a 0, gol de Viola, no Morumbi.

A partida é encarada com uma “decisão“, já que os times são concorrentes diretos por uma vaga nas semifinais. Mas o técnico Muricy Ramalho terá de quebrar a cabeça para escalar os titulares. Miranda e Dagoberto estão suspensos. Em 16 jogos na temporada, o treinador não repetiu nenhuma vez a escalação.

Depois da sua estréia no time titular, Carlos Alberto deve ser mantido na equipe. Nesta sexta-feira, Muricy gostou da parte física do camisa 19 e pretende utilizá-lo contra o Verdão.

Não tem um máquina para saber se ele agüenta dois jogos. Às vezes ele surpreende. Tem que ser na prática. Apesar de ele já estar treinando, me surprendeu. Ele precisava dar uma resposta na parte física – explicou.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS X SÃO PAULO

Estádio: Santa Cruz, Ribeirão Preto (SP)
Data/hora: 16/3/2008 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Aline Lambert

PALMEIRAS: Marcos, Elder Granja, Henrique, Gustavo e Leandro; Wendel, Léo Lima, Diego Souza e Valdivia; Kléber e Alex Mineiro. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Zé Luis, Juninho e André Dias; Joílson, Hernanes, Richarlyson, Carlos Alberto e Jorge Wagner; Borges e Adriano. Técnico: Muricy Ramalho.

Via: LanceNet

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.