Camisas do Palmeiras

Palmeiras derrota o Vasco e garante a vaga na Sul-Americana


18/09 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 12:15 am |Permanlink|

O Palmeiras nem precisou usar a força máxima para derrotar o Vasco por 3 a 0, nesta quarta-feira, no Palestra Itália, e carimbar a sua classificação para as oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. Depois de ter perdido por 3 a 1 no jogo de ida, em São Januário, o Verdão era obrigado a fazer pelo menos 2 a 0. Fez um a mais, foi superior na maior parte do jogo, e deixou o técnico Vanderlei Luxemburgo, que exigia a vaga, extremamente satisfeito. Thiago Cunha (2) e Denílson foram os autores dos gols.

Nas oitavas-de-final, o Vasco vai enfrentar o Sport Ancash (PER), que goleou o Ñublense (CHI) por 4 a 0, na última terça-feira, em casa. O primeiro jogo acontecerá na próxima semana, em data e local a serem definidos pela Conmebol.

Thiago Cunha marca um golaço!

O técnico Vanderlei Luxemburgo mandou um misto quente a campo. A defesa toda titular, com Leo Lima e Jumar, que vêm se revendo na posição no meio-campo, e Alex Mineiro no ataque. O Vasco também veio a campo com a base da equipe principal e as duas equipes correram atrás da classificação.

A partida começou com a temperatura na casa dos 12 graus. O frio afastou o público do estádio e os jogadores tentaram dar velocidade ao jogo para não congelar na geladeira que se transformou o Palestra Itália. O Vasco chegou co perigo logo aos seis minutos, quando Leandro Amaral lançou Alan Kardec, mas Marcou deixou o gol em velocidade e evitou o gol com os pés.

Apesar de tentarem colocar velocidade na partida, a falta de criatividade ficou evidente nas duas equipes. As jogadas pelas laterais do campo também deixaram a desejar. Mesmo assim, o Vasco continuou mais aceso no setor ofensivo. Aos 23, Madson invadiu a área em velocidade, tentou driblar Marcos, que acabou fazendo boa defesa e impedindo novamente o gol.

Na primeira real chance de gol do Palmeiras, Thiago Cunha fez um golaço! Aos 32 minutos, Maicosuel fez um lançamento milimétrico, com muita categoria, para o atacante, que, de primeira, em um voleio brilhante, de canhota, balançou a rede do Vasco com uma jogada maravilhosa: 1 a 0.

O Vasco ainda assustou Marcos, com um chute forte de Leandro Amaral, de fora da área, aos 34. Mas o goleiro palmeirense espalmou a bola para escanteio. O Verdão deu o troco aos 44, quando Elder Granja, após Alex Mineiro desviar de cabeça, chutou a bola para fora.

Kléber no lugar de Alex Mineiro

Com Kléber no lugar de Alex Mineiro, o Palmeiras voltou com mais velocidade no segundo tempo. Mas foi o Vasco que quase empatou o jogo, aos seis minutos, quando Madson cruzou, Leandro Amaral cabeceou, e Marcos fez uma defesa sensacional.

Quem não faz, toma. O ditado foi seguido à risca. Aos 11, Kléber foi lançado e empurrou Marquinho, que desabou no gramado. O juiz não marcou falta, Kléber cruzou fraco e rasteiro. O goleiro Roberto tentou encaixar, falhou, a bola tocou em seu joelho, e sobrou para Denílson, livre de marcação, apenas empurrar para o fundo da rede: 2 a 0.

Mas, se teve um gol irregular marcado a seu favor, o Palmeiras também foi prejudicado pela arbitragem. Aos 17, após cruzamento de Elder Granja, Thiago Cunha foi derrubado por Eduardo Luiz. Pênalti claro, que Carlos Eugênio Simon não marcou nada.

Na base do tudo ou nada, Tita mandou a campo Rodrigo Antônio e Edmundo, nas vagas de Mateus e Alex Teixeira, respectivamente. Tudo para buscar o gol da classificação. O jogo ficou aberto, com chances de gols para os dois lados. Porém, o Verdão matou o jogo aos 38, quando Thiago Cunha, oportunista, encheu o pé, dentro da área, e estufou a rede vascaína para fazer o terceiro gol.
Ficha técnica:

PALMEIRAS 3 x 0 VASCO
Marcos; Élder Granja, Maurício, Gustavo e Leandro; Jumar, Leo Lima, Maicosuel (Evandro) e Denílson (Martinez); Alex Mineiro (Kléber) e Thiago Cunha. Roberto, Marquinho, Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Vílson; Jonílson, Mateus (Rodrigo Antônio) , Madson e Alex Teixeira (Edmundo); Leandro Amaral e Alan Kardec.
Técnico: V. Luxemburgo. Técnico: Tita.
Gols: Thiago Cunha, aos 32 minutos do primeiro tempo. Denílson, aos 11, e Thiago Cunha, aos 38 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Alex Mineiro e Martinez (Palmeiras); Eduardo Luiz (Vasco).
Estádio: Palestra Itália (SP). Data: 17/09/2008. Renda e Público: não divulgados – Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS). Auxiliares: Alessandro Rocha (RS) e Milton Otaviano dos Santos (RS).

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.