Camisas do Palmeiras

Palmeiras com problemas financeiros


31/05 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 5:34 pm |Permanlink|

A torcida do Palmeiras é contra a negociação de Valdivia ao futebol europeu. A diretoria admite que ele é o atleta mais valioso da Academia. Mas o fato é que, se uma boa proposta chegar, será difícil segurar o Mago ou qualquer outro jogador. O clube vive com a necessidade de fazer caixa.

No balancete dos primeiros quatro meses de 2008, apresentado aos conselheiros na última segunda-feira. Só o departamento de futebol apresentou déficit de R$ 3,3 milhões, o que representa 60% do déficit total do Palmeiras neste ano, que é de R$ 5,5 milhões.

O departamento de futebol do Palmeiras gastou pouco mais de R$ 33 milhões e arrecadou quase $ 30 milhões.

Temos de aumentar a renda e diminuir despesas. O primeiro semestre não foi favorável, temos de equilibrar. Vai levar uns dois anos para o clube dar lucro – afirma o diretor de futebol, Genaro Marino.

Assim como acontece em todo clube brasileiro, a principal forma de se aumentar as receitas é fazendo negociações.

Estamos fazendo um trabalho para suprir o futebol até agosto e adequar, com venda de um ou outro atleta – diz o dirigente alviverde.

Valdivia é o jogador mais caro. A diretoria alviverde avalia o chileno em R$ 30 milhões. Diego Cavalieri já tem a Espanha como destino e só aguarda o seu passaporte. A venda será por cerca de R$ 10 milhões. Mas o Palmeiras ficará com 50%. A Traffic adquiriu a outra metade. Pierre é outro atleta com mercado.

Empréstimos bancários

O Palmeiras teve que recorrer a empréstimos bancários para controlar as despesas. O clube pegou R$ 8,7 milhões do Bradesco e R$ 6,9 milhões do Banco Banif (total de R$ 15,6 milhões). As diretorias de futebol e planejamento, do grupo do vice-presidente Gilberto Cipullo, trabalham desde o início de 2007 para colocar a casa em ordem.

A administração Affonso Della Monica começou a acumular dívidas desde o início do mandato, em 2005.Cipullo assumiu o futebol com uma herança deficitária do clube de R$ 42 milhões. No ano passado, o Verdão teve problemas para pagar salários e premiações.

Não tínhamos receita. Hoje, dá para planejar mais – diz Marino.

As ações de marketing e do departamento de planejamento, do diretor Luiz Gonzaga Belluzzo, já buscaram mais receitas para aliviar as contas.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.