Camisas do Palmeiras

Marcos assume que errou na expulsão


10/03 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 7:41 pm |Permanlink|

Após a partida,o goleiro Marcos acreditava que foi injustiçado ao levar cartão vermelho por dar um ‘chutinho’ em Malaquias dentro da área. O camisa 1 do Palmeiras diz que tomou a atitude porque o atleta do Bragantino levantou demais a perna e só pretendia intimidá-lo para que o lance não se repetisse. Além do cartão vermelho, um pênalti foi assinalado contra o Alviverde. De cabeça mais fria, o jogador voltou atrás e admitiu que não poderia ter dado uma de xerife.

Eu errei. Sou um atleta experiente e não deveria ter reagido. Quero isentar o Paulo César de Oliveira de qualquer tipo de culpa. Mas, é claro: se a falta tivesse sido marcada no primeiro lance, eu não teria sido expulso – lembra.

Marcos tentou enxergar o lance pela visão de Paulo César de Oliveira, que, segundo ele, não estava bem posicionado naquele momento.

Acho que o Paulo não estava numa posição legal, por isso me expulsou. Ele deve ter achado que eu parti para agredir o jogador do Bragantino, mas não fiz isso. Se eu estivesse na mesma situação do árbitro, teria feito a mesma coisa. Mas só quero que ele saiba que não fiz nada por mal – afirma.

O goleiro admite que colocou o seu reserva Diego Cavalieri e o próprio time alviverde em maus lençóis ao ser expulso e cometer o pênalti. Mas ele fez questão de elogiar a atitude da equipe, que conseguiu reagir e virar um jogo, que parecia perdido.

O time demonstrou atitude quando sofreu o segundo gol e voltou do intervalo consciente e determinado a virar o jogo. O que mais me deixa feliz é que o grupo inteiro está comprometido e com uma união acima do normal – encerra.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.