Camisas do Palmeiras

Luxemburgo pede fim do ‘rodízio’ de faltas sobre Valdívia


25/02 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 12:18 pm |Permanlink|

Expulso aos 20 minutos do primeiro tempo no empate por 1 a 1 diante do Rio Preto, sábado, na reabertura do estádio Palestra Itália, ao reclamar da não marcação de um pênalti sobre o meia Valdívia, o técnico Wanderley Luxemburgo deixou o estádio revoltado.

Além de aconselhar o coronel Marcos Marinho, chefe da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol, a se aposentar, o treinador fez um apelo aos árbitros que trabalham no Estadual de São Paulo.

Eles têm de prestar atenção no que os marcadores estão fazendo com o Valdívia. Está havendo um rodízio de faltas e isso se repetiu contra o Rio Preto. O (José Carlos) Serrão (técnico do Rio Preto) destacou o número oito e, depois que ele levou cartão, o número sete para marcar o Valdívia. Houve uma seqüência de faltas e isso está errado‘, bronqueou. ‘No momento em que reclamei, o Valdívia havia levado a terceira falta seguida‘, completou.

Ao saber que o coronel Marcos Marinho o aconselhou a orientar melhor Valdívia em campo, Luxa explodiu: ‘A responsabilidade por melhorar a conduta do Valdivia em campo é toda minha. Se ele fizer coisa errada, eu serei o primeiro a cobrá-lo, como já aconteceu esse ano. Agora, as coisas relativas ao campo devem ser de responsabilidade da arbitragem‘, rebateu.

A partir do instante em que o presidente da Comissão de Arbitragem fala antecipadamente sobre o que o meu jogador deve fazer, é porque algo está errado. E isso acaba induzindo os árbitros a agirem diferente com o Valdivia nos jogos‘, concluiu.

Via: GazetaEsportiva.Net

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.