Camisas do Palmeiras

Luxemburgo diz que recusou proposta milionária de clube europeu


16/05 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 5:02 pm |Permanlink|

Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM, Vanderlei Luxemburgo revela que recusou uma proposta milionária para voltar a trabalhar no futebol da Europa antes de assumir o comando do Palmeiras (veja o vídeo ao lado).

Eu recebi uma proposta de quatro milhões de euros por temporada para assumir um clube europeu. Mas preferi não aceitar. Minha idéia não é queimar etapas. Se for um time que tem o pensamento igual ao meu, pode até ser que eu volte para a Europa. Mas não era o caso – justifica o treinador do Palmeiras.

Luxemburgo entende que a sua passagem pelo Real Madrid, da Espanha, em 2005, foi vitoriosa, apesar de não ter conquistado nenhum título. Ele teve o prazer de trabalhar e ser elogiado pelo francês Zidane, o espanhol Raúl e o inglês Beckham, e não se incomodou com a demissão feita pelo intempestivo dirigente Florentino Perez, que pouco depois abandonou o clube.

O meu percentual de aproveitamento no Real Madrid foi de 74% dos pontos disputados. Não ganhamos o título porque o Barcelona estava voando. E comecei a cair após uma partida contra o Getafe, quando o Florentino Perez tentou interferir no meu trabalho. Eu disse para ele que não havia pedido para trabalhar no clube e também não me incomodava em sair. Não o deixei dar opinião na escalação da minha equipe. O presidente era uma pessoa muito difícil e optou pela minha demissão – conta Luxemburgo.

Vanderlei Luxemburgo conta também que recentemente duas seleções o sondaram para trabalhar visando a Copa do Mundo de 2010, na África. Mas por ter planos de retornar ao cargo de treinador da seleção brasileira, na Copa de 2014, no Brasil, ele preferiu não aceitar a transferência.

Eu não me vejo sentado no banco de reservas de outra seleção, que não seja a brasileira, em uma Copa do Mundo. Tenho o projeto de comandar o Brasil em 2014 e, pelo menos por enquanto, não pretendo aceitar esse desafio – diz Luxemburgo, também se recusando a falar o nome das seleções interessadas em seu trabalho.
 
O que deixa o atual treinador do Palmeiras emocionado é o carinho de alguns atletas com os quais trabalhou no Real Madrid. Luxemburgo troca e-mails com todos e faz questão de enfatizar os elogios que eles fizeram em entrevistas concedidas à imprensa européia.

O Zidane lamentou publicamente a minha demissão do Real Madrid e disse que eu não tinha culpa de nada. E elogiou o meu trabalho. O Beckham disse que foi o treinador que melhor o posicionou dentro de campo. Já o Raúl, que tem uma história no futebol espanhol, deu entrevista ao jornal “Marca” e disse que fui o profissional que mais conseguiu motivá-lo a entrar em campo. Isso mostra que mesmo em outro país, com um idioma diferente, o meu trabalho fez sucesso – ressalta Luxa.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.