Camisas do Palmeiras

Leandro e Kléber avisam: ‘Não temos medo da torcida. Não somos bandidos’


18/11 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 9:44 pm |Permanlink|

Os jogadores do Palmeiras estavam visivelmente abatidos na reapresentação do elenco, na tarde desta terça-feira, na Academia de Futebol. Após as derrotas para Grêmio e Flamengo, que praticamente tiraram as chances da equipe lutar pelo título brasileiro e a colocaram fora do G-4, o elenco busca forças para dar a volta por cima na partida contra o Ipatinga, neste domingo, às 19h10, no Palestra Itália.

Preocupada com o comportamento agressivo da torcida, que entrou em conflito com o técnico Vanderlei Luxemburgo no embarque para o Rio de Janeiro, a diretoria do Palmeiras pediu para os jogadores e a comissão técnica ficarem de casa para o trabalho e do trabalho para casa. A ordem é evitar novas confusões. Mas o lateral-esquerdo Leandro e o atacante Kléber não pretendem seguir a solicitação dos dirigentes.

Eu não tenho medo da torcida. Não sou bandido. Se tiver que ir ao supermarcado com a minha mulher, eu vou tranqüilamente. É claro que sempre vamos escutar alguma ladainha, pois a equipe está perdendo. O que não pode nesse momento é o jogador curtir baladas – explica Leandro.

O lateral-esquerdo pediu coerência para os palmeirenses. Assim como não estava tudo certo quando a equipe vinha vencendo e lutando pelo título, agora também não está tudo errado. Para Leandro, os torcedores precisam ter paciência.

O futebol é assim. Quando o time vence, os torcedores nos param para abraçar e beijar. Somos os melhores. Mas quando perde, a situação fica difícil. Podem cobrar normalmente, mas nada de agressão – diz o lateral.

Kléber bateu na mesma tecla de Leandro. O atacante garante que não vai mudar os seus hábitos nos momentos de folga. Ele continuará passeando com a família com tranqüilidade.

O Leandro já falou isso e concordo com ele. Não temos medo da torcida. Não somos bandidos. Os momentos de folga são raros e continuaremos passeando com os filhos no shopping, jantando com a namorada ou esposa. Ninguém pode ir para a balada nesse momento. Mas nada de deixar de fazer as coisas que estamos acostumados porque a equipe não está vencendo – avisa o atacante.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.