Camisas do Palmeiras

Jogos Inesquecíveis do Palmeiras

13/12 Publicado por admin ás 5:59 am

Jogos Inesquecíveis do Palmeiras

Jogos Inesquecíveis da Sociedade Esportiva Palmeiras

Palestra Itália 2 a 0 Sávoia (24 de janeiro de 1915)

Esta foi a primeira partida do Palestra Itália. O Palestra jogou apenas seis partidas no ano de 1915.

A lenda diz que o time entrou em campo com camisas azuis para a disputa da partida. Apesar disso, no estatuto do time, já tinham sido definidas as cores verde, branco e vermelho . Os gols foram marcados por Bianco, de pênalti, o primeiro da história do clube e Allegretti; ambos os gols saíram no segundo tempo.

Palestra Itália 1 a 1 Mackenzie (13 de maio de 1916)

Esta foi a primeira partida do Palestra Itália em competições oficiais. O jogo foi válido pelo Campeonato Paulista.

Palestra Itália 3 a 0 Corinthians (6 de maio de 1917)

Esta partida pode ser considerada como o “nascimento” da maior rivalidade do futebol nacional brasileiro. O Corinthians que até então estava invicto no campeonato, acabou “caindo” diante do novato Palestra Itália. Os 3 gols foram anotados por Caetano.

Palestra Itália 11 a 0 Internacional (8 de agosto de 1920)

A maior goleada aplicada em competições oficiais. Esse recorde só foi superado em amistosos, alguns anos mais tarde.

Palestra Itália 2 a 1 Paulistano (19 de dezembro de 1920)

O Palestra Itália conquista o primeiro título de sua história. O time enfrenta e derrota o Paulistano, que na época era um dos melhores times do futebol brasileiro. Os gols foram marcados por Martinelli e Forte.

Palestra Itália 4 a 1 Seleção Paraguaia (26 de outubro de 1922)

Primeira partida internacional do Palestra. O jogo foi um amistoso válido pela simbólica “taça guarani”. Só que o Palestra acabou sendo vice-campeão, pois perdeu para o a Seleção Brasileira no jogo seguinte.

Palestra Itália 7 a 1 Sílex (5 de setembro de 1926)

O Palestra fatura seu segundo título paulista de forma invicta na última rodada do Campeonato Paulista de 1926.

Palestra Itália 3 a 0 Portuguesa (20 de novembro de 1932)

O Palestra Itália é campeão paulista de forma antecipada. Nos jogos restantes que faltavam para decidir o campeonato, o Palestra Itália goleou seus adversários. Contra o Germânia vitória por 9 a 1 e depois massacrou o Santos por incríveis 8 a 0.

Palestra Itália 8 a 0 Corinthians (5 de novembro de 1933)

Partida onde foi aplicada a maior goleada no clássico contra o Corinthians. Nesta mesma data, em partida preliminar, jogaram as equipes dos segundo quadros, tendo o Palestra vencido por 4 a 0. Assim, no cômputo geral da rodada, foram 12 gols para o Palestra Itália e 0 para o Corinthians Paulista.

Palestra Itália 2 a 2 Flamengo (25 de março de 1942)

É o fim do nome Palestra Itália. Depois desse jogo o time já atua com o nome de Palestra de São Paulo.

Palmeiras 3 a 1 São Paulo (20 de setembro de 1942)

Nasce o nome Palmeiras. Depois de algumas partidas com o nome de Palestra de São Paulo, o time foi obrigado novamente a mudar de nome. Agora como Palmeiras, a equipe entra em campo e derrota o São Paulo pelo placar de 3 a 1. O resultado final só não foi maior, porque o São Paulo abandonou o jogo aos 19 minutos da segunda etapa.

Palmeiras 2 a 2 Juventus de Turim (22 de julho de 1951)

O Palmeiras é Campeão sobre a Juventus de Turim, o Palmeiras escrevia seu nome na história do futebol internacional. O campeonato se chamou Copa Rio.

Palmeiras 2 a 1 Santos (10 de janeiro de 1960)

O Palmeiras é Supercampeão Paulista, nome dado pela imprensa da época, em cima do Santos de Pelé. Só o Palmeiras conseguia na época fazer frente ao Santos, em São Paulo, com Pelé e Cia. Apesar de ter sido realizado no começo de 60, o título se referiu ao campeonato de 1959.

Palmeiras 3 a 0 Seleção Uruguaia (7 de setembro de 1965)

Jogo de inauguração do estádio do Mineirão. O Palmeiras vestiu a camisa amarela da Seleção Brasileira a convite da então CBD e representou assim o Brasil.

Palmeiras 0 a 0 Botafogo (23 de dezembro de 1972)

Nesse jogo o Palmeiras conquistou seu primeiro título do chamado campeonato brasileiro. O Verdão só precisava do empate para garantir o título e conseguiu, tornando-se assim Campeão Brasileiro de 1972.

Palmeiras 1 a 0 Corinthians (22 de novembro de 1974)

Jogo em que o Palmeiras se sagrou campeão paulista em cima de seu maior rival, que na época estava em uma “fila” de vinte anos sem ganhar títulos. O Palmeiras surpreendeu, e mesmo com a minoria dos torcedores no estádio venceu com gol de Ronaldo. Foi um título muito comemorado na época.

Palmeiras 4 a 0 Corinthians (12 de junho de 1993)

Uma das partidas mais importantes para a história do Palestra-Palmeiras. Esse jogo pode representar diversas sensações nos torcedores palmeirenses. Primeiro que representou o fim de um jejum de vários anos sem títulos, 16 anos. Segundo que foi uma vitória sobre o maior rival e ainda por cima de goleada. E por fim representou a conquista de mais um título, do campeonato paulista. Nessa época também se dá o nascimento de vários ídolos do Palmeiras na década de 90.

Palmeiras 3 a 1 Corinthians (15 de dezembro de 1994)

Mais um título sobre o Corinthians, desta vez foi a conquista de mais um título nacional. Edmundo foi o grande destaque desse jogo.

Palmeiras 2 a 0 Cruzeiro (30 de maio de 1998)

O Palmeiras conquistava sua primeira Copa do Brasil. O técnico Felipão conseguia levar o Palmeiras para a Libertadores do ano seguinte.

Palmeiras 0 a 2 Corinthians (12 de maio de 1999)

São Marcos; assim ficou conhecido o goleiro do Palmeiras nessa edição da Libertadores. O Palmeiras perdeu o jogo, mas no primeiro jogo o Verdão havia vencido por 2 a 0, por isso, a decisão foi para os pênaltis. A grande estrela foi o goleiro Marcos, apelidado de São Marcos, que acabou levando o Palmeiras para as semifinais e logo depois ao título.

Palmeiras 4 a 2 Flamengo (21 de maio de 1999)

Segunda partida das “quartas de finais” da Copa do Brasil de 1999; o Palmeiras perdia por 2 a 1 para a equipe carioca, consegue o empate logo após o segundo gol flamenguista, em seguida consegue uma histórica virada nos últimos minutos do confronto, com dois gols de Euller. Essa vitória é considerada histórica pelos torcedores até os dias atuais, pela sua dramaticidade, como também, pela classificação palmeirense para as “semifinais” da Copa do Brasil daquele ano; a partida é considerada a síntese do que foi o “Verdão” da era Felipão. Ficou também marcada pelo choro de alguns torcedores, em especial a de um garoto, após o final da partida, onde ele é focalizado pela televisão; após o ocorrido, o referido garoto tornou-se uma celebridade instantânea.

Palmeiras 2 a 1 Deportivo Cali (16 de junho de 1999)

O Palmeiras é Campeão da Libertadores. Marcos brilhou novamente nas disputas de pênaltis e ajudou o time verde a ser campeão da América.

Palmeiras 3 a 2 Corinthians (6 de junho de 2000)

Jogo válido pela semifinais da Libertadores. O Palmeiras leva para os pênaltis a disputa. Mais uma vez brilha o goleiro Marcos defendendo o pênalti de Marcelinho Carioca. O que acabou transformando Marcelinho em vilão e Marcos em herói.

Palmeiras 3 a 4 Vasco (20 de dezembro de 2000)

Final da Copa Mercosul. Considerado como O JOGO da virada do Milênio. O Palmeiras terminou o primeiro tempo vencendo o Vasco por 3 a 0. No segundo tempo o que era pra ser uma “goleada histórica” em uma final de competição internacional, acabou se tornando uma “virada histórica”, o Vasco marcou 4 gols na etapa final e venceu a partida por 4 a 3 em pleno o Palestra Itália. Apesar da derrota palmeirense, foi um jogo espetacular, pra ficar na história do futebol mundial, pois mostra que o Palmeiras é um time de tradição com capacidade de fazer duelos históricos!

Palmeiras 2 a 1 Sport Recife (22 de novembro de 2003)

O Palmeiras conquista o título da “Série B” com folga e volta para a “Série A” do Campeonato Brasileiro.



Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.