Camisas do Palmeiras

Governador José Serra aponta Morumbi na Copa-14, e Palmeiras segue ‘indiferente’


01/10 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 12:50 pm |Permanlink|

Na corrida para receber algum jogo da Copa do Mundo de 2014, as cidades brasileiras travam um grande duelo nos bastidores. São Paulo, no entanto, vive uma situação atípica. Praticamente confirmada no Mundial, a capital paulista tem a sua própria briga, mas para ver qual estádio será indicado. Nesse ponto, o Morumbi leva vantagem sobre os demais candidatos.

Já conversei com o [presidente da CBF] Ricardo Teixeira e o secretário-geral da Fifa [Jérôme Valcke], mas não entramos nesse assunto, mas o Morumbi é o principal candidato de São Paulo“, afirmou o governador José Serra.

Desde o início das discussões em torno da Copa de 2014, no entanto, o Morumbi sempre foi apontado como o estádio que representaria São Paulo no evento. O problema é que, de olho no aporte financeiro que o Mundial pode representar, o Palmeiras e a própria esfera pública passaram a enxergar o torneio como um argumento para reforma de estádios.

O time alviverde, por exemplo, fechou uma parceria com a WTorre para a construção da Arena Palestra Itália. Com um moderno estádio, que deve ficar pronto até o fim de 2010, o Palmeiras sonha em receber pelo menos um jogo da Copa do Mundo, preferencialmente algum da seleção italiana.

O problema é que a Prefeitura de São Paulo também entrou na disputa. Com o secretário de Esportes Walter Feldman como seu principal interlocutor, o município anunciou que o Pacaembu, que atualmente é gerido pela administração pública, também está no páreo para ser a “segunda opção” paulista no Mundial.

Diante dessa concorrência, o Palmeiras, que já dava como certa a inclusão da sua arena no programa da Copa do Mundo, caso a Fifa permita que uma cidade receba jogos em dois estádios, passou a adotar um discurso contido, fugindo de qualquer tipo de polêmica com o poder público.

Na metade de outubro as obras do nosso estádio vão começar e o Palmeiras pretende fazer um jogo da Copa do Mundo. Mesmo assim, não vemos qualquer problema com a concorrência [do Pacaembu e do Morumbi], pois o mais importante é que o país ganhará mais estádios modernos“, minimizou Afonso Della Monica, presidente do Palmeiras.

Na última semana, quando Feldman reafirmou a intenção de o Pacaembu ser incluído na Copa do Mundo, motivado principalmente pela construção do Museu do Futebol, o presidente do Conselho Deliberativo do Palmeiras, Seraphim del Grande, já havia dito que o Mundial era secundário dentro dos planos da nova arena alviverde.

A nossa arena não vai ser feita para a Copa do Mundo, pois ela será multiuso. O Mundial é um acontecimento isolado, e não irá afetar nosso planejamento se não tivermos jogos aqui“, chegou a dizer o dirigente do Palmeiras.

Via: UOL Esportes

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.