Camisas do Palmeiras

Goleiro Marcos revela desejo de marcar um gol pelo Palmeiras


23/09 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 1:35 pm |Permanlink|

Há 16 anos no Palmeiras, com 400 jogos completados no último domingo e conquistas como o título da Copa Libertadores de 1999 no currículo, o goleiro Marcos, maior ídolo em atividade no clube, ainda não atingiu todos os seus objetivos no alviverde. Nesta segunda-feira, o jogador revelou ao programa Bem Amigos, da Sportv, seu novo desejo: balançar as redes.

Agora eu queria fazer um gol”, afirmou o camisa 12, que algumas vezes na carreira já precisou correr até a área adversário para tentar a cabeçada no final da partida, mas, no entanto, nunca conseguiu estufar as redes. Como não é cobrador de faltas como os goleiros Rogério Ceni (São Paulo) e Tiago (Vasco), uma alternativa seria cobrar uma penalidade, algo que Marcos não descarta totalmente.

Eu acho sacanagem, porque o Rogério Ceni, por exemplo, é o batedor oficial do São Paulo, esteja ele ganhando ou perdendo. Eu não. Eu iria bater só uma vez”, explicou o goleiro, vendo dificuldade de realizar seu sonho. O ídolo até contou que tinha planos para fazer seu gol na semana passada, mas não deu certo.

Nesse jogo contra o Vasco (pela Copa Sul-americana, na última quarta-feira) eu tinha planejado. Se o time estivesse ganhando por 3 a 0 e se tivesse um pênalti, eu iria bater, sim. Mas depois eu vi que estávamos ganhando por 3 a 0, eu já comecei a ficar nervoso”, lembrou o jogador.

Seu desejo, no entanto, já foi realizado em parte há alguns anos. Em 2001, quando as partidas que terminavam empatadas no Campeonato Paulista eram decididas nas penalidades, o goleiro se viu obrigado a marcar, e correspondeu às expectativas: após o empate sem gols com a Inter de Limeira, em 4 de março daquele ano. Na ocasião, as equipes cobraram 14 vezes até o time interiorano sair com a vitória. Marcos marcou na décima cobrança.

O goleiro ainda falou sobre uma característica que gostaria de possuir: a habilidade com os pés. ‘ Eu gostaria de ser como o Rogério com os pés. A zaga recua a bola para mim e eu fico cego, não consigo fazer nada. Mas também não tenho inveja porque ele é o único goleiro que é bom nisso’, contou. O ídolo palmeirense só joga na linha nos ‘rachões‘ nos treinamentos.

Via: GazetaEsportiva.Net

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.