Camisas do Palmeiras

Goleiro Marcos admite culpa no pênalti sofrido contra o Corinthians


01/11 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 9:13 pm |Permanlink|

O Palmeiras  empatou por 2 a 2 com o  Corinthians neste domingo, em Presidente Prudente, e retomou a liderança do  Brasileiro 2009 . Mas começou perdendo por 1 a 0, em um gol de pênalti de Ronaldo, aos 39 minutos do primeiro tempo. No lance, o Goleiro Marcos cometeu a penalidade em Jorge Henrique e foi expulso. Bruno entrou no lugar de Obina, mas não conseguiu pegar a cobrança do Fenômemo. Marcos disse que seu cartão vermelho foi justo.

Não tenho absolutamente nada para reclamar. Fiz o pênalti e a expulsão foi justa e acertada – resumiu o goleiro palmeirense.

Para a entrada de Bruno no gol, o atacante Obina acabou sacrificado pelo técnico Muricy Ramalho. Autor de três gols diante do Goiás, o artilheiro ficou surpreso por ter saído de campo sem tocar muito na bola.

Achei que ia ficar mais, mas é opção do treinador. A substituição foi normal, tinha que repor um goleiro para o resto do jogo“, minimizou Obina.

O técnico Muricy Ramalho justificou a opção por tirar o camisa 28. “O Obina havia jogado o tempo inteiro na quinta-feira contra o Goiás enquanto o Vagner Love descansou. Eu priorizei a questão física. Foi o mesmo critério usado na alteração do Marcão pelo Marquinhos. Poderia ter tirado o Jumar“, comparou.

O Jorge Henrique foi em direção ao gol e acabou derrubado pelo Marcos. Apliquei a regra e dei o cartão vermelho – resumiu o juiz.

O outro atacante titular do Palmeiras no clássico, Vagner Love lamentou, sobretudo, a desatenção da equipe no lance da expulsão de Marcos. “Saiu em uma falha de nossa equipe e mudou bastante a nossa forma de jogar“, disse o atleta, que exaltou, contudo, a igualdade obtida no final.

Via: GazetaEsportiva.Net | GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.