Camisas do Palmeiras

Expulso de campo, Luxemburgo reclama: ‘Foi uma sacanagem. Eu só queria ajudar’


02/11 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 6:46 pm |Permanlink|

Na vitória do Palmeiras por 2 a 1 diante do Santos, neste domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo foi expulso de campo logo no primeiro minuto do segundo tempo, após o auxiliar Vicente Romano Neto marcar irregularidade no gol do Peixe, que acabou sendo confirmado pelo árbitro Wilson Luiz Seneme. Na confusão, os jogadores do Verdão ficaram desesperados e partira para cima do juiz. O comandante entrou em campo para tentar apaziguar e mandou o seu time jogar bola.

Apesar de Luxemburgo ter acalmado os ânimos da sua equipe, Wilson Luiz Seneme entendeu que o treinador do Palmeiras não deveria entrar em campo e o excluiu da partida. Inconformado com a atitude do juiz, ele deixou o gramado furioso.

Foi uma sacanagem a minha expulsão. Eu queria ajudar o árbitro. Mandei o meu time jogar bola. Não adiantava os jogadores ficarem reclamando. Entrem em campo para ajudar e não tive a intenção de tumultuar a arbitragem do Seneme – reclama Luxemburgo.

A jogada que originou a confusão entre os jogadores do Palmeiras e o trio de arbitragem aconteceu por causa do gol do Santos. Logo no primeiro minuto, Molina cobrou escanteio, Kléber Pereira subiu de cabeça, mas o goleiro Bruno socou a bola para dentro do gol e marcou contra.

Em princípio, o auxiliar Vicente Romano Neto anulou a jogada entendendo que o atacante Kléber Pereira havia marcado o gol de mão. Porém, o árbitro Wilson Luiz Seneme explicou que quem havia tocando com a mão para dentro do gol havia sido o goleiro Bruno e validou a jogada.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.