Camisas do Palmeiras

Edmílson Novo reforço do Palmeiras se apresenta hoje


26/01 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 3:16 pm |Permanlink|

Apresentado nesta segunda-feira como reforço palmeirense, o zagueiro Edmílson, pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002, avisa que chega ao Verdão para liderar a equipe. Essa era mesmo a intenção do técnico Vanderlei Luxemburgo quando indicou a contratação do jogador, que estava no Villarreal, da Espanha. Para Luxa, Edmílson vem para ser uma referência, um exemplo para os garotos.

Venho para ser um líder mesmo. Por onde passei assumi esse papel. Adquiri uma ótima experiência jogando durante oito anos e meio na Europa e, por isso, serei uma referência para os mais jovens, conforme o Vanderlei quer – afirma o jogador.

Edmílson vem sendo considerado tão importante para o clube para Luxemburgo, que existe até a chance dele ser inscrito com a camisa 1, que ainda não tem dono (o goleiro Marcos usa a 12). Em sua apresentação, o zagueiro vestiu uma camisa sem número. A definição sai nesta tarde, quando sua inscrição será confirmada pela CBF.

O reforço palmeirense assinou contrato por dois anos e nem pensa em parar de jogar. Pelo contrário, ele ainda planeja voltar à seleção brasileira e quer jogar bem no Palmeiras para convencer novamente o técnico Dunga.

Primeiro, quero conquistar títulos com o Palmeiras. A seleção será consequência. Mas é claro que eu penso em vestir a camisa da seleção brasileira, sim. Dunga e Jorginho me conhecem bem. Se eu estiver jogando bem aqui, acredito que terei chances – acredita.

A diretoria do Verdão já encaminhou a documentação de Edmílson para a CBF. Até o fim da tarde desta segunda-feira, o nome do jogador deverá ser publicado pelo Boletim Informativo Diário (BID) do órgão. A expectativa é que Edmílson possa atuar no jogo de volta da primeira fase da Taça Libertadores, contra o Real Potosí, da Bolívia, no dia 5 de fevereiro.

Edmílson diz que está em forma, pronto para jogar, e assegura que ainda tem muito futebol para mostrar.

Voltei para o Brasil porque estou me sentindo em condições de jogar em alto nível. Tenho uma imagem e uma história a zelar. Se fosse para passar vergonha, eu nem voltaria – diz.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.