Camisas do Palmeiras

Diego Souza e Domingos são denunciados no TJD


22/04 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 2:21 pm |Permanlink|

A procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) denunciou nesta quarta-feira os jogadores Diego Souza, do Palmeiras, e Domingos, do Santos, pela confusão no segundo jogo da semifinal do Campeonato Paulista 2009, no último domingo. O meia alviverde corre o risco de pegar um gancho pesado de até três anos e meio, enquanto o zagueiro pode ser suspenso por três partidas e ficar fora das finais. O julgamento dos dois acontecerá na próxima segunda-feira, ás 18h.

Diego Souza pode ficar fora do Brasileiro

Diego Souza foi denunciado em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): 255 (ato de hostilidade), 253 (praticar agressão física) e 274 (invadir local destinado à partida ou nele ingressar sem a necessária autorização). O primeiro tem pena de um a três jogos de suspensão; no segundo o gancho chega a até 540 dias; enquanto o terceiro é mais pesado, com pena máxima de 720 dias. Somando tudo, o jogador palmeirense pode levar um gancho de 1260 dias.

Caso Diego Souza receba a punição, o Palmeiras perderá o jogador para o Campeonato Brasileiro, já que a punição por dias vale para todas as competições organizadas pela CBF.

Com os artigos assim somados, Diego Souza pode pegar até 1.260 dias de gancho – ou, então, exatos três anos e seis meses. Se condenado sob a pena máxima, o palmeirense pode ficar afastado do futebol até 8 de outubro de 2012. Ele poderia jogar apenas competições internacionais, caso sejam acusações distintas. Há a possibilidade, porém, de as atitudes do jogador serem enquadradas como crime continuado – assim, apenas um artigo seria julgado.

Autor do gol que selou a vitória palmeirense por 2 a 0 sobre a LDU nesta terça-feira, Diego poderá atuar normalmente na partida da próxima semana, quando o Verdão decide a vaga para as oitavas-de-final da Libertadores contra o Colo-Colo, em Santiago no Chile. Independentemente do resultado do julgamento de segunda-feira, ele poderá atuar normalmente em campeonatos realizados pela Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol).

Entretanto, o Palmeiras tem chance de recorrer por duas vezes das decisões da corte paulista. E atuar no Brasileirão enquanto os recursos estiverem em trânsito. “Se o atleta pegar mais de duas partidas ou 15 dias de suspensão, pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva e, se mantida a pena, pode recorrer ao Pleno STJD. E a pena, assim, é suspensa automaticamente“, explicou o jurista Marcílio Krieger.

Via: GloboEsporte.com e GazetaEsportiva.Net

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.