Calcanhar de Felipe derruba o Palmeiras


30/01 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 8:43 pm |Permanlink|

Estádio lotado, torcida toda favorável e estréia das novas esperanças da torcida, Diego Souza e Lenny. A noite parecia perfeita para o Palmeiras voltar a vencer no Campeonato Paulista. Mas, assim como aconteceu na rodada passada, havia um time do interior no caminho. Ou melhor, havia o calcanhar do atacante Felipe entre o Verdão a reabilitação. O jogador marcou o gol da vitória por 1 a 0 do Ituano sobre o Alviverde, nesta noite de quarta-feira, no estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba, e manteve vivo o “fantasma caipira” que ronda o Palestra Itália.

Com o tropeço, o segundo consecutivo contra times do interior (empatou com o Mirassol anteriormente), o Palmeiras conhece a primeira derrota, segue com oito pontos e perde ótima chance de se aproximar da liderança. No sábado, a equipe dirigida pelo técnico Vanderlei Luxemburgo enfrenta o Noroeste, s 18h10m, em Bauru.

Já o Ituano continua sua sina de atrapalhar os grandes. Antes de enfrentar o Verdão, o time havia pontuado apenas na vitória sobre a Portuguesa e no empate com o São Paulo. Com o triunfo desta noite, o Galo sobe para sete pontos e se afasta um pouco da luta contra o rebaixamento. Também no sábado, s 18h10m, recebe o Rio Claro.

Ituano apronta! E de calcanhar

A expectativa da torcida presente no Barão de Serra Negra em ver uma grande exibição do Palmeiras caiu por terra logo no começo da partida. Com Valdivia e Diego Souza muito bem marcados, o Verdão sofreu para encontrar espaços no ataque. Para piorar, a defesa voltou a falhar e, aos dez minutos, viu o Ituano abrir o placar. E num golaço! Peter cruzou da direita, Alex Afonso, que pertence ao Verdão, ajeitou de cabeça na segunda trave e Felipe fez de calcanhar.

Com a forte marcação sobre os armadores, o Palmeiras passou a se arriscar pelas laterais, com Leandro e Élder Granja. O avanço da dupla, porém, abriu espaços para o Ituano jogar nos contra-ataques e quase marcar o segundo, aos 36. Alex Afonso recebeu passe na entrada da entrada e chutou rasteiro, raspando a trave direita de Diego Cavalieri. A resposta alviverde foi tímida, aos 39, em uma cabeçada de Diego Souza nas mãos do goleiro rival.

No segundo tempo, como era previsto, o técnico Vanderlei Luxemburgo sacou William para a estréia de Lenny. A mudança, porém, melhorou muito o desempenho do Palmeiras. Tanto que a primeira jogada de perigo veio de uma bola parada. Valdivia bateu falta, o zagueiro Gustavo cabeceou na primeira trave esquerda do goleiro Diego.

Os cruzamentos, inclusive, viraram a maior arma do Verdão. Aos 14, Élder Granja ergueu da direita, Alex Mineiro desviou de cabeça e Lenny tocou de carrinho para fora. Sete minutos mais tarde, foi a vez de Valdivia. Valmir levantou da esquerda e o Mago tocou direita com perigo. O Ituano respondeu aos 26: após cobrança de falta, o também palmeirense Vinícius chutou rasteiro e acertou a trave.

Totalmente desorganizado, o Palmeiras ainda arriscou uma pressão nos minutos finais. Na melhor chance, aos 45, Dininho aproveitou confusão na área, mas pegou mal na bola e jogou pela linha de fundo o empate do Verdão.

Via: GloboEsporte.com

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2018 - Todos os direitos reservados.