Camisas do Palmeiras

Artilheiro e na melhor fase da carreira, Mago Valdivia sonha com título


31/03 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 7:09 pm |Permanlink|

Vice-artilheiro do Palmeiras no Campeonato Paulista, com sete gols (três a menos que Alex Mineiro), o meia Valdívia marcou na competição estadual 70% do total dos gols que fez em toda a temporada 2007.

A sensível melhora no “faro de gol”, para o camisa dez, tem uma explicação simples: a cobrança do técnico Wanderley Luxemburgo. “O Wanderley está cobrando mais de mim. Quer que eu chegue perto da área e faça gols ao invés de dar o passe aos companheiros. É por isso que, até agora, são sete gols. Isso me deixa feliz”, admitiu.

Apontado até por torcedores rivais como o principal destaque do Paulistão, o “Mago” palmeirense não se fez de rogado quando questionado se vive seu melhor momento na carreira. E avisou que espera o mesmo reconhecimento na tradicional festa de encerramento do Paulistão, promovida pela Federação assim que o Estadual terminar.

Considero que é a melhor fase da minha carreira sim. Gostaria de ser escolhido o melhor do Paulista, mas tem outros que passam por bons momentos, como Adriano, Borges (São Paulo), André Santos (Corinthians”. Ficar entre os melhores me deixa feliz e dá a entender que o que estou fazendo no Palmeiras está sendo feito de uma maneira boa”, comentou.

Além de ganhar o troféu de craque do campeonato, o camisa dez também vive o sonho de tirar o Palmeiras de uma fila que já completou 11 anos sem conquistas estaduais (a última foi em 1996, com o próprio Luxemburgo). Mas sem ostentar o rótulo de favorito.

Favoritismo foram vocês (jornalistas) que colocaram, pois, há sete jogos, diziam que o Palmeiras não iria nem se classificar. Vencemos oito jogos seguidos, mas não somos favoritos. Favorito é o Guaratinguetá, que é o líder”, desconversou.

O que a gente projeta aqui é título. Não adianta ganhar três, cinco, oito jogos seguidos e não ganhar títulos. O futuro para nós é título. Paulista, Copa do Brasil e Brasileiro”, concluiu, de olho na chamada “tríplice coroa” do futebol nacional, vencida pelo técnico Wanderley Luxemburgo no comando do Cruzeiro, em 2003.

Peça importante na Raposa mineira sob a batuta de Luxa, Martinez, agora reserva do meio-campo alviverde, endossou a opinião de Valdívia. “Não tem favorito. Isso acontece muito depois de grandes jogos, como foi contra o São Caetano. A gente venceu e convenceu. Todo mundo fica empolgado, mas os jogadores não. Vamos lutar muito para conquistar o título, pois o objetivo é esse, mas favoritismo não há”.

Via: GazetaEsportiva.Net

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.