Camisas do Palmeiras

Após pacto Palmeiras consegue três vitórias seguidas


09/04 Publicado em Notícias do Palmeiras por Renata ás 1:34 am |Permanlink|

A mudança de postura do Palmeiras após a derrota por 6 a 2 para o Mirassol, no dia 27 de março, ficou evidente com os resultados em campo. E tudo isso aconteceu por uma atitude tomada dentro do próprio elenco. Após conversa do presidente Paulo Nobre e do diretor executivo José Carlos Brunoro, os jogadores firmaram um pacto para fazer daquela partida um divisor de águas na temporada do Verdão.

Apos pacto Palmeiras consegue tres vitorias seguidas

Por isso, a sensação de todos é de aprovação do trabalho. “Dou nota 8 pelas três vitórias seguidas e nosso momento de progressão. Poderia até dar uma nota maior, mas não vou dar uma nota maior nem mais baixa. É uma nota de confiança para o próximo jogo”, comentou Wendel, que ouviu Tiago Real atribuir a mesma nota ao time.

O jogador falou também sobre o sofrimento de ficar tanto tempo parado. “Eu gosto muito de jogar e ficar parado foi um tédio, mas eu sabia que seria difícil. Estou começando a jogar agora e o pessoal já está em atividade há aproximadamente três meses. Estou treinando muito para chegar ao nível de atuação deles. Estes três jogos que a gente ganhou [contra Linense, Tigre e Ponte Preta] mostram que o Palmeiras vive uma nova fase”, analisou.

Antes do duelo contra o Mirassol, o Palmeiras vivia um momento complicado. Após uma boa série invicta – quatro vitórias e três empates –, o time perdeu dois jogos seguidos – Libertad e Tigre – e a qualidade do grupo foi colocada em xeque.

O grupo acredita que provou agora o que o presidente Paulo Nobre disse no dia seguinte à goleada em Mirassol. O dirigente, ao garantir a permanência do técnico Gilson Kleina, assegurou em entrevista coletiva e se endereçando aos torcedores que o elenco tem “vergonha na cara”. O termo foi usado pelos goleiros Fernando Prass e Bruno ao abordar Nobre em meio à pressão pela vexatória goleada no interior.

Não podemos achar que já está tudo resolvido. Estamos em uma crescente e ainda há o Brasileiro para começar. Mas a cada dia o grupo se mostra um corpo bem mais montado. Já demonstramos qualidade em campo, o que diferencia é a união, o respeito à tática do treinador e, acima de tudo, a vontade. Quando há vontade, a técnica flui naturalmente”, discursou Wendel.

Fonte: Gazeta Esportiva.

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.