Camisas do Palmeiras

Após Noite Brilhate – São Marcos diz: ‘Não é apenas sorte, é trabalho e treino’


13/05 Publicado em Notícias do Palmeiras por Davidson ás 11:02 am |Permanlink|

A classificação do Palmeiras às quartas de final da Taça Libertadores 2009 não poderia ter sido mais dramática, mas igualmente não poderia ter sido diferente. Depois da derrota por 1 a 0 no tempo normal, mesmo placar da partida de ida, no Palestra Itália, a decisão da vaga foi para os pênaltis. E se o Sport  contava com a força da sua torcida, que lotou a Ilha do Retiro na noite desta terça-feira, o Verdão tinha Marcos. Na verdade, ‘São Marcos’, que defendeu nada menos que três cobranças.

Nós pedimos para começar batendo, assim poderíamos sair na frente, mas o Mozart foi infeliz na cobrança dele. Mas eu sempre entro com confiança, porque isso não é apenas sorte, é trabalho e treinamento – disse o camisa 12, que mais uma vez levou a melhor numa disputa de penalidades máximas.

O Palmeiras tem um time jovem, e eu sabia que hoje seria importante não apenas defendendo, mas também orientando – revelou Marcos, ressaltando mais uma vez que em campo é preciso ter tranquilidade. – Antes do jogo é muito pior, porque dá aquele frio na barriga.

Último jogador a deixar o campo, ovacionado pelos torcedores que saíram de São Paulo para assistir à partida, o goleiro não soube escolher um lance apenas, mesmo tendo defendido os pênaltis batidos por Luciano Henrique, Fumagalli e Henrique.

Olha, com 36 anos toda defesa é difícil, e numa decisão não tem como escolher, até porque todas foram importantes.

Depois da vitória nos pênaltis contra o Sport, o telefone do presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, tocou: era o governador de São Paulo, José Serra, que fez questão de demonstrar sua satisfação pela permanência do time na Libertadores da América.

Imediatamente, o dirigente colocou o palmeirense ilustre em contato com Marcos. Serra pôde conversar com o principal nome do jogo na Ilha do Retiro, autor de três defesas na decisão por pênaltis.

O Serra me ligou e quis fazer uma homenagem a um grande amigo. Passei imediatamente o telefone ao Marcos“, admitiu Belluzzo.

Questionado sobre a ligação do governador paulista, Marcos utilizou seu tradicional bom humor. “Falei para ele que poderia falar comigo hoje porque amanhã não pretendo conversar com ninguém. Mas ele me procurou para me dar os parabéns“, admitiu o camisa 12.

Via: GloboEsporte.com | GazetaEsportiva.Net

Leia também:




Home | Site do Palmeiras © 2007 - 2014 - Todos os direitos reservados.